Educação: Sexualidade

Um conjunto de textos sobre a educação da sexualidade. A sexualidade é importante porque está ligada ao amor e deve estar integrada nele, e o amor é fundamental no que respeita ao sentido da vida e à felicidade. Podemos errar muito na vida, mas enganar-se a respeito da natureza do amor é uma perda terrível.


Corpo de homem, corpo de pai

Há muito tempo que a nossa civilização esqueceu que o problema fundamental de um homem são os filhos. A imagem social do homem não destaca as suas funções de pai. Os homens dedicam-se bastante pouco à educação dos filhos, que ficou desde há muito tempo nas mãos das mulheres. Inclusive quando se definem planos de formação e de estudos, pensa-se quase exclusivamente na formação profissional e não na formação de pais e mães de família.

Ler o texto completo

O domínio dos sentidos

Para educar a sensibilidade, a vontade terá que lutar com uma dinâmica que nem sempre domina. Como sucede com o cavalo que ainda não está domado, por vezes o domínio pode realizar-se só distanciando a vontade do que se sente, rejeitando essa resposta fisiológica que não dominamos. Pouco a pouco, este exercício fará com que o nosso corpo esteja cada vez mais educado. Necessitamos educar a nossa própria sexualidade, aprender a viver o nosso próprio corpo e o corpo dos outros como parte duma personalidade espiritual, como expressão duma alma que é capaz de amar e merece ser respeitada.

Ler o texto completo

O domínio da imaginação

Sobrealimentar o instinto sexual conduz a um funcionamento desorganizado da imaginação e dos desejos sexuais, do mesmo modo que, se um motor tem demasiada gasolina dentro, não funciona bem, afoga-se. Se uma quantidade excessiva de álcool tem como consequência inevitável a embriaguês, também o sexo tem um tipo de embriaguês particular.

Ler o texto completo