Educação: Virtudes

Um conjunto de textos sobre a educação das virtudes, para pais e educadores. Virtudes são hábitos bons que as pessoas adquirem com o seu esforço, pouco a pouco, melhorando com o tempo. Exemplos de virtudes: a sinceridade, a valentia, a humildade, a ordem, a temperança, a justiça, a alegria. Uma pessoa boa é uma pessoa com virtudes. E é mais feliz.


Conhecimento próprio – E tu quem és?

“Conhece-te a ti mesmo” era para os gregos da Antiguidade a máxima sabedoria, a pedra angular para a construção do homem íntegro. Verdadeiramente, quem quer que seja o autor desta máxima, escrita no templo de Delfos, acertou em cheio.

Seguindo com estes gregos de outras eras, apresento-te resumidamente o testemunho de um dos seus personagens favoritos no “cinema” do seu tempo, que era o teatro. Trata-se de Edipo.

Ler o texto completo

Hospitalidade – Além das palavras

Quarenta televisões competindo por audiências sem olhar a meios, oitocentas revistas pornográficas, duzentos jornais tendenciosos, mil homens mal intencionados, centenas de políticos corruptos não podem, nem todos juntos, realizar mal em quantidade suficiente para contrariar o bem feito por um único homem bom.

Ler o texto completo

A importância do sorriso

O sorriso não é o mesmo que o riso. Separa-os um fosso tão grande como o que separa as lágrimas silenciosas, diante de um desgosto, dos gritos histéricos e lancinantes de quem não sabe dominar-se. Bergson escreveu: “O riso é algo que irrompe num estrondo e vai retumbando como o trovão na montanha, num eco que, no entanto, não chega ao infinito”. O sorriso, pelo contrário é silencioso como chuva mansa que cai e fertiliza a terra ou como brisa suave que acaricia e refresca o rosto. Enquanto o riso é extroversão, o sorriso desvenda delicadamente o interior de quem sorri.

Ler o texto completo
1 4 5 6