Falling down

Realizador: Joel Schumacher

Actores: Michael Douglas; Robert Duvall

Música: James Newton Howard

Duração: 113 min.

Ano: 1993

Um filme duro e cru sobre os exageros de uma sociedade onde o factor “economicista” é preponderante. A história centra-se num desempregado que, num dia normalíssimo, se dirige para casa da ex-mulher, onde vai celebrar o aniversário da filha. Apesar de divorciados, o amor à filha é um forte traço de união e é com elas que se sente “em casa”. A sua situação profissional e familiar é instável, afectando-o emocionalmente…

O caminho para casa começa com um monstruoso engarrafamento. Desesperado, abandona o carro. Dirige-se a uma loja para telefonar. É mal atendido. Aumenta a sua raiva. Não se contém e destrói tudo, gritando palavras xenófobas contra os empregados. A partir daqui as peripécias sucedem-se: ao continuar a pé o seu caminho é assaltado mas consegue repelir os atacantes. Esfarrapado e cansado, vai a um restaurante. Não é bem tratado. Numa das melhores cenas do filme, vemos como toda a filosofia de marketing do restaurante, é desmentida pelas atitudes dos seus funcionários. A capacidade de diálogo vai diminuindo e a raiva subindo, acabando por recorrer à violência. A esquadra policial é contactada. Para investigar o caso é escolhido um polícia no último dia de carreira. Também tem de ir para casa, onde a família o espera para festejar a chegada à reforma. Estabelece-se um paralelismo curioso entre os dois personagens, pois ambos têm como objectivo chegar ao lar… O polícia vai recebendo novas queixas, até que localiza o outro na casa da ex-mulher, desesperado por não conseguir dialogar com ela e contar tudo o que lhe acontecera. Dá-se uma perseguição. Defrontam-se. A negociação é impossível e acaba mal… O polícia vai para casa e é recebido como um herói por ter cumprido a missão. Mas ele sabe que o final podia ter sido outro se a sociedade em que vive não tivesse dias como aquele, dias de raiva…

Tópicos de análise:

1. O ritmo de vida de algumas sociedades modernas.

2. A relação entre equilíbrio emocional e a estabilidade familiar e profissional.

3. As teorias de marketing e a sua aplicação concreta.

4. A tomada de decisões em situações de stress.

Encontra aqui uma curta apresentação de algumas dezenas de filmes, contendo os dados principais de cada um deles, um resumo e alguns tópicos de análise. Não se trata de filmes aconselhados por nós, mas apenas de algumas ideias que podem ajudar a escolher um filme ou a tirar partido dele do ponto de vista educativo.

Colaboração de Paulo Martins, Mestre em História e doutorando em Cinema.